11 nov

Compartilha:

Nesse fim de semana, fui pela segunda vez a Colônia, na Alemanha. O objetivo do passeio era um só: O Carnaval de Colônia. Ou como os alemães chamam: Karneval.

Você deve estar se perguntando: Carnaval em novembro? E mais, na Alemanha?

Lá existe uma longa tradição carnavalesca, especialmente na região do Rio Reno. Embora diferente da festa latino-americana, os alemães celebram o carnaval com o mesmo espírito de alegria e diversão.

Para os alemães, o carnaval é considerado a quinta estação do ano.

Em Colônia, no dia 11 de novembro as 11:11, iniciam-se as celebrações de carnaval, que só acabam à meia noite da quarta-feira de cinzas. Lógico que não é festa do dia 11/11 até fevereiro. Agora, em novembro, é a abertura dos festejos. Nesse dia, elegem o Príncipe, o virgem e o fazendeiro do carnaval. No último domingo, o prefeito de Colônia, entregou a chave da cidade para o Príncipe, que representa a cidade nesse período.

Metrô lotado. Todo mundo indo pra festa.

A festa é linda e muito bem organizada. Tinha muito policial pelas ruas e a organização do evento sempre controlava a quantidade de pessoas que tinha em cada ponto aonde tinha programação. Na praça principal, Heumarkt tinha o palco e várias programações. Eu passei no Alter Markt, que também foi excelente: boa música, companhia e claro, cerveja Kölsch.

O que eu mais gostei foi o fato dela começar pela manhã. Dá para aproveitar mais a festa e como estamos no outono e está frio, o sol alivia um pouco o frio.

Gerrit, Andrea, Daniel e eu! ;)

As fantasias são um show à parte em capricho, e resistentes para aguentar o frio. Todo mundo capricha. Além das tradicionais fantasias de pirata, leia-se Jack Sparrow, que foram as campeãs de uso, eu vi muita criatividade nas ruas. No dia anterior, as lojas de fantasia estavam lotadas (prova que não é só brasileiro que deixa tudo para última hora) e as opções eram muito variadas.

Eu fui de médico (ok, sei que era sem criatividade). Quase um McDreamy.

Previously on grey’s anatomy… McDreamy. ;)

Um fato interessante: Eles criam camisa, cachecol, boné e tudo para promover o carnaval e colocam a venda nas lojas. Eu comprei um cachecol e nele tinha de um lado algo como “Tempo de carnaval no sangue” e do outro “Aqui e no pão de açucar”. Aí, colocaram de um lado a catedral de Colônia e do outro o Cristo Redentor. Quando eu falei pra eles que Cristo Redentor e Pão de açúcar são coisas diferentes, o mundo deles caiu. Fazer o quê?

Mais fotos:

Tags:

Comentários | Carnaval de Colônia – Alemanha